5 anos sem Amy Winehouse

winehouse_a

Em 2006, Amy Winehouse lançava o cd Back to Black. No dia 23 de julho de 2011 morria uma das melhores cantoras dos últimos anos.  Amy Winehouse surpreendeu o mundo com sua voz, seu estilo e com seus problemas pessoais. Amy estourou mundialmente com a música Rehab, em uma época que várias celebridades já tinha ido para clínicas de reabilitação de vícios em drogas ou álcool. Assim, aparecia essa garota, cantando para quem quisesse ouvir que não iria para a reabilitação. Confesso que depois de sua morte ficou mais difícil para mim ouvir Rehab e não perceber como ela, que fez mais fama de drogada para o grande público do que com seu talento, precisava de socorro.

Ao invés da música pop , Amy tinha como influência musical o jazz, blues, soul e o rap construíram sua personalidade. Sarah Vaughan, Frank Sinatra, Ray Charles  e Ella Fitzgerald. Seus ídolos musicais influenciaram também no seu senso estético. Ainda podemos achar suas influencias estéticas no penteado das  Ronettes e na maquiagem das garotas do Shangri-las , dois grupos femininos dos anos 60.

The_Ronettes

The Ronettes.  reprodução

shannnnn

The Ronettes.  reprodução

Seu grande sucesso foi a música “Back to black”. No clipe ela aparece vestida de luto, porém, ironicamente, Amy não gostava usar preto por achar que” a deixava parecida com uma bruxa”, segundo sua stylist Naomy Parry afirmou para o New York Times.

Enquanto ela copiava a inspiração no cabelo, suas roupas tinham mais a mistura dos anos 50 e 60 com a atualidade. Amy gostava de decotes e vestidos curtos, semelhantes aos wiggle dress, deixando sua imagem mais sexy. Sua imagem era construída com excessos. Suas roupas, seu cabelo, sua maquiagem, seus vícios.

Suas peças mais usadas variavam entre vestidos curtos e justos, calças cigarretes, bowling shirts, polo manga curta, sapatilhas de bailarina. Ela também abusava cintos  e argolas.

Sua imagem ficava mais próxima ainda do  estilo rockabilly, popular nos anos 50, quando ela usava estampados. Segundo Naomy, em sua próxima turnê, que nunca aconteceu, Amy usaria essas referências e com padronagens comumente usadas em camisas havaianas em vestidos.

Fotos:NY times

Amy pautou a moda com seu estilo único, mudou a música e a vida de seus fãs quando apareceu.Mudou o mundo quando entrou para o infame”clube dos 27″.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s