Marilia Carneiro no camarim das oito

Marilia Carneiro no camarim das oito, é um dos poucos sobre figurino do Brasil. O livro é uma biografia da figurinista Marilia Carneiro, um dos principais nomes da área no país e mais conhecida por seus trabalhos em novelas.


É uma boa opção para quem quer entender um pouco mais sobre como é o trabalho de um figurinista. Sob a responsabilidade de Marilia surgiram personagens que constroem, até hoje, a nossa própria história da moda.

20160315_165026t
Marilia começou no mercado de trabalho, no Rio de Janeiro, como dona de boutique , com bom tino para tendências e com atrizes globais como clientes. Outros tempos. Com conhecimento do que acontecia fora do país e sem especialização na área , de repente se viu figurinista.

“Enquanto o estilismo se preocupa com os desfiles e com o showbusiness, os figurinistas se ocupam de homens e mulheres de carne e osso, bem diferente dos seres idealizados da moda.”

  Personagens icônicos como Julia, de Dancin’ Days, com suas meias de lurex,a primeira versão de Gabriela, a caracterização em O Clone, com a pulseira-anel que foi febre em todos os camelôs.Outros trabalhos dela que ainda são representativos para mim são Rainha da Sucata, Explode Coração, com o núcleo cigano e Celebridade, com o combo meia listrada + sandália ( de novo!!) de Darlene.

A história de Marilia como figurinista se mistura com a história da Rede Globo e com a nossa. Enquanto conta sobre sua vida desde criança até sua vida adulta, ela dá detalhes do dia a dia do seu trabalho, ilustrando a rotina e seus percalços com concepções de figurinos, atores e tecidos. São os pequenos truques e detalhes internos que ela conta que aproximam o leitor do momento da criação desses personagens e são os melhores momentos do livro.

   Marilia conta como durante uma “emergência” fez o icônico turbante de Herculano Quintanilha, em O Astro com a calça de um figurante, e como Maria Bonita se preocupava em roubar todos os anéis que podia durante os saqueamentos, em Lampião e Maria Bonita. E também a tristeza de ter que preparar as roupas para a atriz em uma cena de estupro.livrofigurinosglobo_f_014

O_Astro_original_15052011
Apesar de não ter visto na época a maioria das obras citadas no livro, não foi suficiente para desanimar, mas a cada novela que lembrava a sensação era a de estar olhando para mim mesma ou para um conhecido em um álbum de família.
Fiquei com muito vontade de ver Lampião e Maria Bonita, e Tenda dos Milagres instigada totalmente pelas imagens que ela construiu para os personagens.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s