Mundos Opostos

filme-mundos-opostos-upside-down-jim-sturgess-blog-official-gabi

Sinopse

Adam (Jim Sturgess) e Eden (Kirsten Dunst) se apaixonam ainda na adolescência. Um amor impossível, separado pela gravidade. Eles vivem em planetas com forças gravitacionais opostas: ele no mundo inferior, pobre; ela no superior, explorador. São brutalmente afastados quando um patrulheiro interplanetário os flagra, provocando um acidente aparentemente fatal para Eden. Dez anos se passam e Adam é apenas mais um cara normal tentando levar a vida, ainda abalado pela perda da amada. Mas eis que Adam vê Eden na televisão e descobre que ela está trabalhando num prédio que conecta os dois planetas. Ele agora fará de tudo para, finalmente, reencontrar o amor de sua vida.

Diretor: Juan Solanas / Figurinista: Nicolleta Massone

                                                     [Pode ter uns spoilers daqui para a frente]

      Distopia futurista e romance impossível faz com que a história pareça, e seja, comum. O que não dá para ignorar é que o filme é visualmente lindo e por isso ganhou até alguns prêmios. Os efeitos visuais deixam claro que não existe nada de comum nesses 2 mundos .

72575_f5    Ponto batido em histórias distópicas, a existência física de os 2 mundos tão próximos mas que não podem se envolver, além de o Lado de baixo fornecer energia para o Lado de cima, fortalece a relação de opostos entre eles. Lado de cima x Lado de baixo, luz x escuridão, riqueza x pobreza, paraíso x inferno.
    O Lado de baixo, pobre, tem cores escuras, sombrias, monótonas. Preto e cinza aparecem fortes para trazer a ideia de escombros para esse mundo. Adam, como protagonista está integrado com seu mundo e não se destaca muito. 
     A paleta de cores do Lado de cima destaca o azul, o cinza, os tons metálicos e o branco, tradicionalmente usados em lugares dominado pelas máquinas para dar a ideia futurista e tecnológica. É possível perceber o preto, o branco, porém tudo sob um filtro azul que padroniza a imagem e deixa tudo mais frio, mais impessoal. Esse é o mundo no qual Adam vive quando está no Lado de cima. Nos 2 mundos ele está camuflado, sem destoar do ambiente usando branco, cinza, ou preto.

20404104.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx
    Não ser notado é essencial para Adam. Assim que ele descobre que é possível usar pesos junto ao corpo, e assim, alcançar o outro mundo, esconder as peças com naturalidade é a sua principal preocupação. Sob o perigo das peças entrarem em combustão espontânea, e de seu disfarce ser descoberto, ele tem que estar o mais semelhante possível aos seus colegas.
     Eden, nossa outra protagonista, é constantemente influenciada pela relação com Adam e o mundo proibido para ela, o Lado de baixo. Quando a vemos ainda criança, conhecendo o garoto pela primeira vez, ela usa uma boina vermelha. Já adulta ela usa azul como sua cor mais constante, reforçando ao público onde é seu lugar.

20450047     

        O rosa porém, tem grande destaque no filme. É a cor do composto criado por Adam, feito com pólen que possui  um campo gravitacional que permite que as coisas flutuem. O rosa representa visualmente o fio do desenrolar da trama, servindo como justificativa para a história de Adam no Lado de cima. Eden também é afetada pelo tom presente no seu mundo. Quando começa a conviver com Adam, seu guarda roupa vai adquirindo tons de rosa e fortalecendo o vínculo entre eles.

20511663
     Eden, ainda usa o marrom na sua paleta, representando simbolicamente sua amnésia após o acidente, sua desconexão com parte do seu passado. Seu grande casaco aparece quando Adam tenta retomar o vínculo que existia entre eles, e de novo quando ela descobre sua mentira.
upside_down2

     A estratégia da figurinista em repetir cores culmina com Eden, de novo na montanha, assim como quando era criança, com seu casaco vermelho dominando a cena e representando parte do que estava esquecido. Ela está de volta ao início de seu relacionamento com Adam. Acho ainda que, o vermelho também pode funcionar como crescimento no relacionamento (carnal) por ser mais quente, mas um tom que ainda é próximo do rosa.

   Como a grande cena de conclusão,  o fim do conto de fadas, Eden aparece como uma noiva, de branco, pronta para começar um novo futuro com Adam.

Anúncios

2 comentários sobre “Mundos Opostos

  1. Oi! Adorei a sua análise do figurino do filme. É algo que normalmente não me chama a atenção, por isso adorei ler a sua relação com a trama. E posso dizer que mesmo sendo bobinho e previsível, gostei do filme? Vi depois de sua resenha. Aguardando as próximas! Parabéns pelo blog! Quero mais indicações 🙂 Beijo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s